CROGO conta com mais um membro em suas Câmaras de Instrução

 

Dr. Marcos Antônio, (à esq), novo membro, e Dr. André Luiz (à dir.),

presidente da Comissão de Ética


A 1ª Câmara de Instrução do CROGO conta com mais um membro: o cirurgião-dentista Dr. Marcos Antônio de Souza Filho (CROGO – 8.175), que também é defensor dativo deste Conselho. O profissional vem, de forma honorífica, ajudar o Conselho Regional de Odontologia de Goiás a cumprir sua função: a de promover a ética e as boas práticas na Odontologia goiana.

 “O CROGO sempre precisa de bons profissionais para ajudar em suas Câmaras de Instrução (ao todo, são quatro Câmaras de Instrução) e como defensor dativo”, diz Dr. André Luiz Boaventura Borges, presidente da Comissão de Ética do CROGO. “Basta que o profissional tenha boa vontade e doe algumas horas do seu tempo ao Conselho para nos ajudar a construir uma boa Odontologia”, acrescenta.

Convite

Portanto, o CROGO reforça o convite aos cirurgiões-dentistas, com inscrição principal neste Conselho e que não tenham impedimento ético, para participarem, de forma voluntária, das Câmaras de Instrução e Defensor Dativo.

Mais informações com a Secretaria da Comissão de Ética, através do telefone (62) 4006-7507. Falar com a funcionária Simonery.

Saiba Mais

As Câmaras de Conciliação e Instrução têm a função de dirigir as Audiências de Conciliação e Instrução, bem como emitir o Parecer Final. São constituídas por profissionais inscritos na jurisdição do Conselho Regional de Odontologia, no qual possuem inscrição principal. 

Defensores Dativos são cirurgiões-dentistas (inscritos na jurisdição do Conselho Regional de Odontologia, no qual possuem inscrição principal), nomeados pelo presidente do Conselho para acompanhar os processos éticos, apresentando defesa, razões finais e recurso daqueles profissionais denunciados e que, mesmo citados, não comparecem à Audiência de Conciliação e Instrução.